A Nossa Loja

No dia 7 de março de 1868 um grupo de valorosos maçons decidiu criar uma Loja e denominaram-na Acácia. Sua fundação se deu na Rua da Carioca, na cidade do Rio de Janeiro. Naquele mesmo ano, no dia 19 de dezembro, os irmãos do quarto resolveram transferir a Loja para a cidade de Niterói, vez que a maioria aqui residiam.

Inicialmente a Loja ocupou um sobrado na Rua da Conceição onde funcionou, também a Loja Vigilância, fundada, igualmente pelos Irmãos da Loja Acácia.

No curso do tempo a Loja Acácia conseguiu seu prédio próprio, na Rua Hernani Melo 60, onde funciona até hoje.

Hoje, dia 7 de março de 2009, a Loja Acácia alcança seus 141 anos de existência, cuja efeméride sua Administração resolveu comemorar realizando uma sessão magna de aniversário.

Ao evento compareceram, prestigiando a data, o Irmão Marcos José da Silva, Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil; o Irmão Arquiariano Bites Leão; Sapientíssimo Presidente da Soberana Assembléia Federal Legislativa; o Irmão Manoel Rodrigues de Castro, Grão-Mestre Honorário do Grande Oriente do Brasil; o Irmão Gelcy Clovis Dias Presidente da Poderosa Assembléia Estadual Legislativa; o Irmão Vandir da Encarnação dos Santos, representando o Eminente Grão-Mestre Estadual, Irmão Eduardo Gomes de Souza; os Irmãos Deputados Federais Adão José de Oliveira, Klinger Monteiro Junior e Jorge da Conceição, vários Irmãos Deputados Estaduais e Irmãos de Lojas co-irmãs, cunhadas e sobrinhos.

Em sua trajetória de glórias a Loja Acácia 177, quando se sua vinda para Niterói, logo se incorporou à vida da cidade nela vivendo fatos históricos da maior relevância.

Por exemplo, o Jornal “O Fluminense”, um dos mais antigos do país, foi fundado pelo Irmão acacience Luiz Prudêncio Travassos, jornalista e major da Guarda Nacional.

Nos anais da Loja há registro de que o candidato desejoso de ingressar na Ordem deveria postar documento onde estivesse comprovada sua iniciativa de alforriamento de escravos de escravo, significando, por via de conseqüência, que a instituição maçônica colaborou efetivamente com o processo nacional de libertação dos escravos.

Tem-se também, como verdadeira a participação efetiva dos Irmãos do quadro da Loja Acácia 177 na vida política do país por ocasião da Proclamação da República e de tantos outros eventos marcantes da história pátria.

A Loja, que teve seu prédio tombado, através da Lei nº 1.288, de 25.05.1994, por iniciativa do Irmão Fernando Nery Sá, então Presidente da Câmara Municipal, possui dois pavimentos. No térreo está localizado o salão de festas dotado de ar-condicionado (split), com infra-estrutura de cozinha e banheiros, com capacidade de poder recepcionar mais de 150 pessoas. No pavimento superior situa-se o Templo, o Museu Maçônico, denominado Irmão Mario de Araújo Lima, onde estão conservadas peças que retratam sua história além de vários outros objetos representativos da simbologia maçônica, como também uma biblioteca com considerável acervo de livros raros.

O fato de o aniversário da Loja ser comemorado na véspera do dia Internacional da Mulher de certa forma é gratificante para todos os acacienses.

Isto porque nós, os acacienses, temos a certeza de que a mulher, esteio do lar, é aquela que consegue superar todas as dificuldades para manter a família unida e coesa.

Pensando nisso, por certo, que a mulher foi, com justiça, muito real nos discursos feito pelo Orador da Loja, Irmão Reginaldo Barbosa dos Santos; pelo Irmão Marcos José da Silva, Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil; pelo Irmão Arquiariano Bites Leão, Presidente da Soberana Assembléia Federal Legislativa; o Irmão Manoel Rodrigues de Castro, Grão-Mestre Honorário do Grande Oriente do Brasil; pelo Irmão Gelcy Clovis Dias Presidente da Poderosa Assembléia Estadual Legislativa e pelo Irmão Orquinesio de Oliveira, representando o Poder Judiciário Maçônico do Estado do Rio de Janeiro.

Enfim, a festa de aniversário da Loja Acácia 177, do Oriente de Niterói, Estado do Rio de Janeiro, possibilitou a todos nós rendermos nossas justas e sinceras homenagens à aniversariante como também à figura da mulher, por ser indissociável de nossas vidas, seja na condição de mãe ou de companheira, que tudo faz para proporcionar a nós, os homens, a condição indispensável para suportarmos as agruras da vida.

Nestor Porto de Oliveira Neto Deputado Federal pela Loja Acácia 177